STAL exige o aumento dos salários e melhoria das condições de trabalho para os trabalhadores da administração local

Written by on 11/06/2021

A Direcção Nacional do STAL, reunida na passada quarta-feira (9 de Junho) na Casa do Alentejo, em Lisboa, “reitera a determinação em reforçar e intensificar a luta dos trabalhadores da Administração Local perante um governo que insiste em desvalorizar os trabalhadores e em não resolver os seus principais problemas”.

Segundo o STAL em comunicado, a resolução, aprovada por unanimidade, “reafirma que a intervenção sindical na defesa dos direitos e interesses dos trabalhadores torna-se ainda mais necessária neste quadro de grave crise económica e social que se acentua a cada dia, agudizada pela situação pandémica que assola o Mundo e o País”.

O STAL diz ter decidido “prosseguir e intensificar a exigência e a luta”, reivindicando o “aumento geral dos salários, em 90€ para todos os trabalhadores e do Salário Mínimo Nacional para 850€ no curto prazo; aplicação imediata e abrangente do Suplemento Penosidade e Insalubridade em todas as autarquias”; a “revogação imediata do SIADAP e a sua substituição por um sistema de avaliação de desempenho justo, formativo, transparente, equitativo e sem quotas; revisão e a dignificação das carreiras e a correcção da Tabela Remuneratória Única; respeito pelo direito e cumprimento da Negociação e Contratação Colectiva; reforço dos serviços públicos à população, das funções sociais do Estado e do Poder Local Democrático”.

As explicações são de Vasco Santana, delegado do STAL em Beja, que defende as melhorias na administração local, para uma  “carreira na administração publica atrativa”.

Vasco Santana


As opiniões dos nossos leitores

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Continuar a ler

Current track

Title

Artist

Background