PCP quer ouvir Infraestruturas de Portugal sobre modernização e eletrificação da Linha do Alentejo

Written by on 17/05/2021

O PCP apresentou um requerimento na  Comissão de Economia, Inovação, Obras Publicas e Habitação para a Audição da Infraestruturas de Portugal sobre a Modernização e eletrificação da Linha do Alentejo.

Segundo refere o PCP, a Infraestruturas de Portugal, SA publicou em Diário da República, no dia 05 de maio de 2021, o anúncio referente à modernização do troço Casa Branca-Beja da Linha do Sul e ligação ao Aeroporto de Beja – estudos e projetos.

O PCP recorda que  “esta linha já foi alvo de estudos que têm custado milhões de euros aos Portugueses, donde se destaca o estudo da REFER de maio de 2015 que estudou as intervenções nesta infraestrutura ferroviária para o troço Casa Branca – Funcheira. Este estudo já contempla várias soluções, nomeadamente, no que respeita às velocidades e também quanto à concordância de Casa Branca e a variante do aeroporto de Beja”.

O PCP diz ser “incompreensível e mesmo inadmissível que se ignore o estudo da REFER, optando-se pelo gasto de mais 3,23 milhões de euros para estudar o que já está estudado, para o PCP a prioridade deve ser de se avançar de imediato, não com mais estudos e projetos, mas com os respetivos projetos de execução e as respetivas candidaturas”.

Os comunistas referem ainda no documento, que a “Linha do Alentejo é indispensável ao sistema ferroviário nacional, pelo que importa que, de uma vez por todas, se assuma a modernização e eletrificação de toda a Linha do Alentejo recorrendo para isso ao estudo da REFER de maio de 2015”.

As explicações são do deputado João Dias, eleito pelo distrito de Beja.

João Dias


As opiniões dos nossos leitores

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Current track

Title

Artist

Background